Site da Iniciativa Nacional para a Banda Larga é só para alguns…

[ad#ad-2] Fui alertado pelo artigo da Maria João Valente a propósito de mais um website pago por dinheiro dos contribuintes que não funciona com todos os browsers actuais. Trata-se do site do governo dedicado à Iniciativa Nacional para a Banda Larga.

Como tentar aceder ao website parece ser coisa complicada para quem não tiver um pouco de engenho, decidi enviar um email de reclamação ou protesto (conforme quem realmente ler o email). Aqui fica o meu email enquanto esperamos que um dia respondam, o que duvido.

Caros senhores,Queria reclamar do mau funcionamento do site por vocês geridohttp://escolas.internet.gov.pt/uma vez que o mesmo indica que é necessária a instalação do Internet Explorer 5.5 ou Netscape 7.0 para correcta visualização.Sou utilizador Mac, e como tal não utilizo o Internet Explorer. Quanto ao Netscape 7.0, foi descontinuado pela empresa há alguns meses sendo um produto que não existe. Utilizo isso sim o Firefox 3.0 e o Safari, dois browsers modernos, que implementam os standards melhor que aqueles que vocês indicam no vosso website pelo que não compreendo que em ambos os casos o vosso site não aceite estes browsers.Se a decisão de não desenvolver o website para todos os browsers actuais foi uma questão política então queriam encarar este email como um protesto político. Se por outro lado se tratar de incompetência da vossa equipa técnica então serve este email de reclamação para que a falha técnica seja corrigida e os responsáveis chamados à atenção.Em ambos os casos é lamentável que um site do estado português não seja inclusivo, permitindo o acesso a todos os cidadãos e se tenha que recorrer a truques como alterar os user-agents dos browsers utilizados para que se consiga aceder aos conteúdos.(Este email de protesto será também publicado no blog http://sixhat.net )Cumprimentos,David Rodrigues http://sixhat.net/

Esta reclamação seguiu para o email [email protected] e se quiser reclamar faça-o, a reclamação é um direito para o bem de todos.

update: hoje (dia 11 de novembro) o site da Iniciativa Nacional para a Banda Larga já permite o acesso a partir do Firefox e Safari. A reclamação parece que fez efeito.